Será que você é Hotep? Veja 7 sinais da heteronormatividade afrocentrica.



Personagem da extrema direita na perspectiva afrocentrada,

o Hotep seria o tal

“Bolsonarista de Wakanda”


Quer saber se teu pretinho é Hotep? Acompanhe os sintomas abaixo:





Por aqui e pelo mundo, nos últimos tempos, a pretitude (juventude afrodiaspórica) têm questionado a afrocentralidade em diferentes camadas. Palmitagem, identidade, back into roots, enfim, inúmeros assuntos pipocam nos grupos de whatsapp e memes online.

Aquele rapper que canta minha “pretinha” mas entrega tudo na mão da branca de trança ou no mais na cosplay de parde que tambem é brancx. Talvez aquele influenciador que passa horas falando do empoderamento negro e é pego aos amassos com sauna privativa na Chilli Peppers cercada das “brancas”.


Existem pessoas pretas de diferentes formações intelecto filosóficas e psicossocial, logo entender a cultura anti-racista é planificar a pretitude com neutralidade e em esferas diversas. E ah, sempre em uma perspectiva comportamental. Sem massacre ou cancelamento.


Atualmente, tentar encontrar a #hashtag LGBT em sites afrocentrados e descobrir que somos invisíveis. As piadas de "negrão" ou a performance de heteronormatividade imaginando que o povo preto só pode ser uma família feliz de barba feita, trança nago e bíceps em dia. Esse é o problema do Hotep, ele ainda acredita no formato de enriquecimento cultural criado pelo capitalismo branco, distante da economia solidaria e pensando apenas no seu próprio rabo. Esse é um perfil bem comum dentre heteronorma Hotep. Mulheres, homens e yags, todos podem reproduzir sintomas do Hotep, como temos vários pretos de direita no Brasil, eles existem!

Num discurso americanizado pode até parecer inclusivo, mas na real é o famosos, seis pelo meia dúzia. O fato é, a vergonha ela não passa...ela PERMANECE. Então quer se proteger? Analise os sinais:


Metrossexualidade

O Hotep é macho, mas é o macho limpinho. Aparentemente um homem que vai entender seus atrasos e respeitar seus limites mas no primeiro momento que seus desejos são tirados do foco, tudo muda. O hotep ama a formação familiar que ele imagina a ideal. Homem e mulher. Provedor e educadora.

Na mesma perspectiva cristã. Esse tipo é bem presente na comunidade Gospel.


Cavanhaque

Típico do discreto, o cavanhaque é o item "moderno o suficiente" para ultrapassar aquela linha de "auto cuidado" e masculinidade. Sempre barbeado, o Hotep, acredita que polidez significa sucesso. Ele sempre é impecável, mesmo que esteja de calça jeans e camiseta. Tipo aquela sua amiga que te visita mas não senta na sua cama , um lar de Satanas e puro pecado e pederastia.


Não têm amigo Ado

Todas as suas relações são entre figuras que reproduzem, de alguma forma, um deslocamento psico intuitivo "masculinizado". O amigo LGBT é a amiga lésbica da escola que nunca nem deu bom dia durante a vida acadêmica.


Fala difícil pra caralho!

Aquele mano que referencia um monte de preto americano, especialmente Fanon, para explicar palmitagem. Como se um português polissilábico , de certa forma, atribui-se horizontalidade ao argumento na discussão. Que não entende como os "negros" reclamam tanto e se esforçam "tao pouco", pq ele trabalhou 22 horas por dia durante 12 anos da vida.




É palmiteiro!

O hotep brasileiro ele é tão seletivista que até algumas coisas que fazem parte do hotepismo americano raiz, quando chega no Brasil ganha seu dendê e eles dão aquela adaptada bem Nutella. Qeum nunca viu essa cena: no rolê dá idéia na mina retinta mas em casa só as 2c de pele clara que comparece. Como se de certa forma, na comprensão pessoal ele estivesse clareando a familia e na mesma mão fortalecendo o "corre racial". (Sério eu já ouvi isso de um mano)


Ouve Emicida

Acredita que homens devem fortalecer homens mesmo que esses homens não façam muita coisa para ser alguém a ser protegido. Encontram fragilidade em toda circunstância onde o seu masculino pode ser questionado, ou seja, não suporta viado, só quando tem que fazer trabalho junto e quando é obrigado.


Tem um nome Egípcio ou Africano


Se desligou da memória colonizada do homem branco deu pra familia dele no Brasil e tal e pans. Fica puto quando erram a fonética mas não consegue chamar a parça nb pelo nome social. "Preciso me adaptar" ? Sério que a pessoa tá falando do nome dela e vc tá preocupado com vc? HOTEP!


Machista, homofóbico, elitista e misógino, o espectro Hotep no Brasil tem tomado forma e infelizmente a frente na discussão sobre pertecimento racial no mercado de trabalho. Apenas pense, é esse o perfil que vai ajudar a selecionar novas performances de pretitude? Atenção aos sinais.


89 visualizações
  • Branca ícone do YouTube
  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle