SOUPRETOFW: Os Bailes de Debutante do Aristocratas Clube



Desde o periodo colonial, através dos quilombos e organizações religiosas, depois com os grupos religiosos de camdomblé, irmandades politicas, escolas de samba e clubes de lazer, como o Aristocratas Clube, o negro construiu espaços de socialibilidade que funcionavam como espaços de autodefesa em relação a sociedade racista de cada época. Todas essas irmandades históricas exercem um importante papel na história do preto brasileiro, seja na luta abolicionista ou integração social, orgarnizar-se é uma das poucas alternativas pretas para sobrevivência enquanto grupo social, historicamente falando.


O entretenimento sempre ocupou um lugar especial no subconsciente coletivo do preto, um lugar seguro frente ao racismo cotidiano. O lazer tornou-se espaço de liberdade onde a questão financeira balencava-se com a autonomia do tempo livre. Com clubes como Coimbra e Clube 220, conhecido pelo sei concurso da Bonequinha do Café (um post para outro dia), a cena de entretenimento afrocentrado era uma realidade nos anos 60.





Sendo assim, em março de 1961 nasce o Aristocratas Clube, uma opção de lazer para classe média preta. Um marco na história do preto em São Paulo, as 19 familias que deram inicio a este legado certamente imaginaram essa distopia onde eu falaria sobre eles, em memória.


Bora conferir um dos eventos mais importantes do Aristocratas Clube?

Apresento a vocês o Baile de Debutantes do Aristocratas Clube




todas as fotos retiradas do Facebook do Aristocratas Clube

https://www.facebook.com/AristocrataClube/posts/317333368400039


0 visualização
  • Branca ícone do YouTube
  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle